Durante a gravação de uma propaganda para a internet, um homem pegou uma bolsa de plástico, arrancou um pedaço dela e a comeu com água. Quando o público viu, ficou completamente chocado. Aquilo não era um perigo absurdo para a sua saúde? Afinal, aquilo era plástico, algo que sabemos que é prejudicial. E essa era exatamente a questão.

Kevin Kumala, um jovem da ilha paradisíaca de Bali, na Indonésia, sabia que seu lindo lugar estava ameaçado. O pior de tudo é que o que estava destruindo a paisagem era algo que todos e cada um de nós utiliza diariamente sem pensar duas vezes: o plástico.

A Indonésia é o segundo país do mundo com a maior poluição de plástico descartado. Muitos de nós conhecem o lado negativo do plástico, mas poucos fazem algo para mudar. Por isso, em todas as partes do mundo há o acúmulo de verdadeiras montanhas de lixo, sendo a maioria de plástico.

Em Bali, essas montanhas estão “escondidas” nas zonas pouco turísticas da ilha, mas contaminam bastante as praias e também afetam os animais. Recentemente, foi encontrada na Índia uma vaca doente que tinha 20 kg de sacolas de plástico em seu estômago, que ela tinha comido nos lixões. A situação era insustentável, e Kevin simplesmente não podia ficar parado de braços cruzados.

Ele usou seu aprendizado em Biologia para dedicar todos seus esforços para buscar uma solução para a imensa poluição de plástico na Indonésia. Mudar a mentalidade das pessoas e fomentar a reciclagem é algo que podia levar muito tempo, então ele teve uma ideia muito melhor: e se eles criassem os mesmos produtos, mas com materiais orgânicos e biodegradáveis?

Foi assim que ele fundou a Avani, uma iniciativa para produzir produtos idênticos aos de plástico, mas feitos com plantas e outros materiais orgânicos. O mais impressionante de todos é a sacola plástica, daquelas que nos dão no supermercado, que ele produz a partir de iúca, uma raiz muito comum na Indonésia e em algumas partes da América. Essas bolsas duram apenas 100 dias e não são tóxicas, ou seja, não afetam o meio ambiente.

E que forma melhor de provar ao mundo o quão incrível essa bolsa é do que comendo-a? Sua mensagem impactante já chegou a milhares de pessoas e, pouco a pouco, vários negócios estão optando pelos recipientes da Avani para substituir seus produtos. Essa excelente iniciativa ainda busca fundos para poder expandir a nível mundial, mas já está causando grandes impactos positivos em reduzir a contaminação na bela ilha de Bali.

Kevin espera que, no futuro, a maioria das coisas descartáveis feitas de plástico possam ser fabricadas a partir de materiais orgânicos e biodegradáveis. E parece que seu sonho não está tão longe de se realizar. Seus produtos parecem tão reais como se fossem mesmo de plástico e não há motivo para optar pelo mais contaminante. Esperamos que essa iniciativa se expanda pelo mundo e que possamos parar o dano que estamos causando ao mundo. E você? Apoiaria esse projeto?

Se quiser saber mais sobre a Avani, veja o vídeo abaixo (em inglês):

Fonte: naoacredito
Ajude seus amigos, compartilhe saúde!