Sabemos que uma dieta preventiva é ideal para reduzir a incidência da enxaqueca. Cuidar da alimentação adicionando elementos saudáveis lhe fará muito bem. Quer saber, por exemplo, como estas sementes naturais podem ajudá-lo? Descubra a seguir!

1. A enxaqueca e a alimentação

Uma causa comprovada das enxaquecas é a reação de nosso corpo a certas substâncias presentes em alguns alimentos. O estresse e inclusive uma herança genética para este problema, determinam se podemos sofrer com enxaquecas. Existem alimentos que podem atuar como verdadeiros tóxicos (antígenos) para nosso corpo, sintetizando substâncias vasodilatadoras e inflamatórias das artérias cerebrais. E aí, a dor e o sofrimento surgem.

Saiba que em certos casos, mesmo tomando os medicamentos e cuidando da alimentação a enxaqueca pode aparecer. A causa? Existem estímulos que podem atuar como detonadores. O estresse, a menstruação, não tomar o café da manhã, não dormir bem ou inclusive o esforço físico, podem desencadear a dor. O ideal é que você observe como reage em cada situação para poder controlá-la. Às vezes, inclusive um perfume forte pode causar enxaquecas, preste atenção. Enquanto isso, indicamos evitar os seguintes alimentos:

  • As chamadas aminas biogênicas: as aminas são elementos como a histamina ou a tiramina que estão presentes em muitos alimentos como queijos, chocolate, vinho, cerveja ou peixes em conserva.
  • Os aditivos alimentares: você sabe o que é o glutamato monossódico? É considerado o quinto sabor, trata-se de um composto que tende a ser adicionado artificialmente a muitos alimentos para potencializar o sabor e torná-lo mais agradável. E quais podem ser os alimentos que o contém? As pizzas, hambúrgueres, guloseimas, doces e também a comida chinesa. Saiba que inclusive os tomates e o queijo parmesão possuem, de modo natural, o glutamato monossódico.
  • Outros alimentos: conservas de atum, sardinhas, anchovas, embutidos, fígado, carnes vermelhas, o chucrute, a soja, berinjela e tomate, vinho tinto, branco, cerveja, levedura de cerveja e frutas que estiverem muito maduras também não serão saudáveis.

2. Os benefícios das sementes para a enxaqueca

As sementes de girassol

São maravilhosas para todas aquelas pessoas que sofrem com as enxaquecas. Consuma as sementes sem sal, lembre-se disso, nunca adicione este elemento tão pouco saudável. Um punhado por dia, como duas colheres, é ideal. Quer conhecer as chaves de seus benefícios?

  • Vitamina E: sua riqueza à base de antioxidantes nos defenderá frente aos tóxicos ou elementos nocivos que nos inflamam por dentro. Limpa, protege nosso sistema imunológico e traz elasticidade para nossas fibras celulares, evitando aquela clássica constrição dos nervos craniais.
  • Ácidos graxos: são fonte de energia básica para combater as enxaquecas. Esta gordura é, além do mais, fundamental para a formação de determinados hormônios necessários para ter resistência e força diárias, evitando também os altos níveis de colesterol e triglicerídeos no sangue.
  • Magnésio: você já conhece os benefícios do magnésio para evitar as enxaquecas, ele melhora tanto o tônus muscular como o neuronal, favorecendo a transmissão dos impulsos nervosos e a contração e relaxamento dos músculos. Melhora nossa saúde óssea e o sistema cardiovascular, evitando, por exemplo, a inflamação dos nervos craniais. Uma maravilha.

Sementes de linhaça

As sementes de chia são conhecidas como um grande superalimento. É comum que muitos atletas as consumam, assim como pessoas que precisam de suplementos alimentares ou que simplesmente desejam emagrecer. Tome nota de seus benefícios:

  • Fonte natural de minerais: altos níveis de cálcio, de magnésio, de zinco, autênticos preventores de enxaquecas e nutrientes básicos para a saúde.
  • Fonte natural de ácidos graxos ômega 3: uma vez mais aqui está este elemento fundamental para nos proteger das enxaquecas, melhorando além disso a saúde cardíaca e os níveis de colesterol. É então, uma gordura boa que nunca pode nos faltar.

Sementes de gergelim

Você já provou as sementes de gergelim? São saborosas e combinam com muitos pratos, sobremesas e também em muitos pães. Você pode consumi-las soltas também, uma ou duas colheres diárias. Mas, por que essas sementes nos beneficiam no caso das enxaquecas?

  • Altíssimos níveis de magnésio: o alto nível de magnésio nos permite prevenir os espasmos dos vasos sanguíneos que provocam os ataques de enxaqueca. De fato, é comum consumir regularmente sementes de gergelim para prevenir dores de cabeça, tonturas e enxaquecas.

Para concluir, diariamente você pode escolher as sementes que desejar para usar como suplemento alimentar. Duas colheres diárias farão muito bem para a saúde.

Fonte: melhorcomsaude
Ajude seus amigos, compartilhe saúde!